domingo, 6 de dezembro de 2015

Braganca Paulista - Fazenda Bela Manha




Fazem alguns dias que fizemos essa viagem.

Depois que minha vó faleceu, decidimos ir espairecer a mente e a escolha foi uma fazenda. Uma pequena viagem em família. Lá eles tem uma variedade enorme de chalés: para casal, grupos pequenos, grupo gigantes, tem salao de eventos, quadra para futebol e etc. Pegamos um chale que era um pouco maior, pois estávamos em 9 pessoas. A fazenda é linda, o tempo todo você ouve os pássaros cantarolando, tem alguns animais nos cercadinhos, macaquinhos nas arvores frutíferas e alguns gatos perdidos. Tem piscinas com toboágua, mesa de sinuca, lago e tem pedalinhos, mas esses ja estavam saindo fora de circulação pois o lago foi interditado.

Como fomos no começo de semana, deu pra negociar o valor. Acredito que fora de temporada, voces possam fazer um preço melhor  tambem, o gerente é gente boa. O chale que ficamos tinha 3 quartos (5 beliches + 1 cama de casal), banheiro (dããããr), sala (com 2 sofás-cama + Tv), sala de jantar e uma cozinha pequena, churrasqueira e espaco para guardar uns 5 ou 7 carros. Bem, esse chale comportaria 16 pessoas confortavelmente e ainda teria espaco para colocar colchoes no chao, dai nao sei se seria permitido. Mas como disse, eles tem chales para grupos maiores, se nao me engano tem um chale com 30 camas

Não é servido nenhuma refeição no local, tudo por sua conta. O centro da cidade nao é longe, se voce for cedo, alem de passar no supermercado dá pra fazer um turisno local. É bem lindo lá, varios comercios bem organizados, tem feirinha artesanal tambem. Bem, nao aproveitamos muito, primeiro devido a situacao que nos levou a ir e segundo por que estava muito frio. Mas tirei algumas fotos para dividir com voces. Eu recomendo o local, pretendo voltar numa epoca de calor.

Beijão.



























segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Aventuras da Blonde


Au Pair - Você já ouviu falar sobre esse intercambio?

Eu sou ex au-pair, e nesse blog conto minha experiencia, meu dia a dia, minhas #vivices (trapalhadas). Se voce este pensando em ser uma au pair ja aviso que nao é facil, mas vale a pena.

Dá uma olhada ;)



domingo, 25 de outubro de 2015

Vivices

Eu decidi comprar um domínio próprio para o blog mas não estava muito segura sobre o nome. Gosto de escrever sobre diversos temas, dividir minhas vivices (historias loucas). Lembrando que tenho pensando em mudar daqui, entao basicamente "Aventuras Brasil" nao se encaixaria muito. Talvez Vivices.com definiria melhor (eu gosto desse meu lado, estranho né?). Me pergunto se outras pessoas são assim, inseguras, o mesmo tanto que eu, rs.

Tirei a madrugada para ler meu blog antigo, de 8 anos atras, minha ansiedade de ser au pair, as amizades, o processo, o dia a dia. Sinto falta daquela emoção, da curiosidade, o medo do desconhecido. Hoje tenho outros sonhos, outros planos, outros medos e insegurancas. Naquele tempo eu pude errar, e errei muito mas nao me arrependo, aqueles erros me lideraram para grandes conquistas nos ultimos anos, algumas derrotas, muita experiencia. Experiencia foi o que mais ganhei nesses ultimos 4 anos. Nem toda experiencia é boa, mas mesmo sendo a pior delas, ainda te acrescenta algo: Sabedoria.

Hoje tenho pensado em arriscar a vida longe de Sao Paulo, mas dessa vez com mais cautela, analisando riscos, valores, mais foco nos objetivos. Uma coisa que as pessoas nao entendem, ou aceitam é que eu tentei ter uma vida aqui, mas nao é aqui que me sinto bem. Quero constituir familia, ter casa, levar filhos na escola e todo o blablabla que vem junto rs. Mas tambem quero ter a oportunidade de qualidade de vida.

Nao planejei ainda o que vou fazer, estou lendo muitos relatos e dicas, mas preciso me organizar e  botar em pratica.
Meio que um processo de au pair novamente:

- Decidir se será EUA mesmo
- Procurar apto
- Seguro saude
- Escola
- Alterar o visto para estudante
- Compra de um carro usado
- Visitar amigos que nao vejo ha anos
- Emprego
- Encontrar uma comunidade legal para fazer parte (E falo de igreja)
- Viagens

Boa madrugada (começo de manha) pra quem fica!

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Trintei e comemorei na ilha do Mel.


Wow, nem acredito que vou dizer isso, mas eu Trintei. Balzaquiana e muitas historias na bagagem.
E para garantir mais uma historia, tenho a participação dos meus pais e irmas.

**Decidi colocar alguns dos valores gastos, assim se voce anda meio curto de grana, dá pra ver que pode se divertir sem gastar muito e comer bem tambem. Entre os gastos nao constam passagem de aviao, gasolina e pedagio. Se voce for persistente e se programar com tempo, dá pra comprar as passagens com desconto. Comprei de ultima hora entao foi meio salgado.**

No dia do meu aniversario recebi uma ligacao da minha irma e sobrinhos para me parabenizar, e tambem um convite pare visita-los. Ouvindo a conversa, minha mae incentivou que eu fosse visitar minha familia Curitibana. Meu pai ouvindo a conversa, decidiu me presentear com as passagens. Com isso, veio um pedido meu a minha irma: Gostaria de conhecer a Ilha do Mel.

Organizei minhas malas achando que ficariamos no mesmo apartamento onde nos hospedamos da outra vez e que iriamos apenas passar o dia lá para conhecer. Caro amigo, foi ai que minha aventura começou. Minha irma havia me avisado que iriamos do aeroporto para a praia (apartamento), e nao do aeroporto diretamente para a ilha do Mel. Pensei "Meu Deus ela é louca, vou pra ilha com essa mala?" E sim, fui pra ilha com uma mala/carrinho e todos me olhando hahaha #vivices




Voltando para os detalhes... Como eu sai de casa as 5:30 da manha, estava verde de fome, comemos no Pier 76 (avaliações do local), o ambiente é extremamente limpo, organizado, atendentes muito educados, porem eu nao gostei da comida, minhas irmas gostaram e muito. Náo ficou caro, pratos e bebidas num total de R$52,18

Seguindo com a Viagem...
Deixamos o carro num estacionamento que foi recomendado por uma amiga da minha mana, Estacionamento Sene,  achei bom o preco. R$30,00 o periodo. (Pagamos R$60,00 e o carro estava intacto no nosso retorno). Eles oferecem o servico de taxi lancha, e pelo fato de ter deixado o carro lá, compensou muito pra nós fecharmos com eles. Normalmente as empresas cobram R$40,00 travessia para a ilha e R$40,00 retorno ao continente, eles fizeram um preco camarada e pagamos R$100,00 ida e volta (R$16,66 cada uma ida e volta mais ou menos). A Van do estacionamento nos levou ate o embarque na lancha.



O servico deles é tao bom, que conta até com um dog que acalma as pessoas medrosas, como minha irma mais velha, ela ve a pessoa com medo e vai deitar perto dela, uma fofura, rs. Eu to rindo, mas na hora tambem fiquei com medo. É uma delicia estar no meio do mar e o vento baguncando seu cabelo. A travessia dura uns 15 minutos de lancha, se voce optar pelo barco demora bem mais.




Adri, eu e Cris


Chegando na Ilha voce já pira com a beleza do lugar, a areia branquinha... paradisíaco mesmo.
Tem um centro de informacoes, recomendo voce pegar um mapinha. Aproveitando, recomendo que voce leve muito protetor, repelente, uma lanterna (la nao tem luz nas estradinhas), nao esqueca seus remedios pois la tambem nao tem farmacia e logo na entrada tem uma placa falando sobre os animais aquaticos que sao perigosos e voce pode encontrar. Tem dois pequenos mercadinhos que fecham bem cedo e obviamente, sao "carinhos".


Começamos nossa saga para achar uma pousada.

Eu estava bem cansada, no dia anterior dirigi uns 300km mais ou menos, pois havia feito o bate e volta para a Cachoeira dos Pretos, o que eu mais queria era trocar de roupa e sentar na praia.
Tinha umas pousadas sem nocao. Fora de temporada e queriam cobrar R$160,00 casal + R$100,00 por um colchao no chao hahahaaha 
Achei que eles estavam sendo sacanas e como opcoes nao faltam, saimos para uma nova busca e uma senhora da pousada ao lado nos chamou e nesse momento eu me senti como aquelas aventureiras dos grandes blogs! Ela nos ofereceu um quarto (com desconto) por R$50,00 cada uma mas teriamos que sair no sabado pois ele ja estava reservado. Topamos na hora. O quarto, assim como toda a pousada, é muito simples, mas quem mora numa ilha tem que saber vender peixe, e a forma como ela nos tratou desde o comeco, nos fez querer ficar alem do planejado. Dona Gilciana e Sr Irineu comandam a pequena pousada Trilha do Sol, eles nao tem site, por isso vou postar aqui algumas fotos que tiramos.
Sério, ela é um amor de pessoa, nos orientou sobre os passeios, sobre horario que a maré sobe e onde poderiamos ou nao ir, veio matar a aranha mutante que apareceu enquanto estavamos na rede (haha sim eu tenho medo de aranhas grandes, quase dei um mortal da rede e corri como vampiro da cruz), nos fez um delicioso e saudavel cafe da manha. 




Nosso primeiro passeio foi ate o Farol.
Estavamos. na Praia Brasilia, entao o Farol fica razoavelmente perto, mas uma subidona né
Se voce esta gordinha como eu, prepare-se para queimar muitas calorias. Pra mim, ir ate a ilha foi um super incentivo, mas isso é assunto para outro dia. Pensei em contar a historia do lugar, mas o post ficaria imenso. Entao aqui vao as fotos dos locais.


Farol



No retorno do Farol ficamos na praia que tem ao lado, muito calma e perfeita pra quem ama tirar mil fotos, rs. Náo tem quiosque algum, o que achamos bem estranho e ficamos chateadas, por que queriamos beber agua de coco e cachaca! 

Retornamos a pousada, descansamos e fomos para o Trapiche, tirar fotos e ver o por do sol.
Eu, como sempre, estava com fome, e larguei minha irma pra ver o por do sol que ela tanto queria e fui procurar um lugar para jantar com a outra irma hahaha
Sinceramente, estou tentando lembrar o nome do lugar, mas so lembro que Tem Vanessa no nome. Não sei se é quiosque, barraca, restaurante, sei que é da Vanessa e fica bem pertinho do Trapiche.
A moca que me atendeu era extremamente louca, estava chapada hahaha Sério, ela estava chapada mas muito emgracada e me atendeu muitissimo bem.
Os pratos sao deliciosos e bem grandes e os precos são bons. 



A foto nao ajudou, mas estava delicioso. Eu dividi um prato com uma das manas, e a outra comeu tudo sozinha!  Pratos e bebidas (coca e cervejas) ficaram em torno de R$53,00

Passamos no mercadinho, compramos agua, catuaba e doces, mas nao lembro quanto gastei. Fomos dormir cedo pois nao havia nenhuma atividade na ilha nessa noite e entao nos programas para ir ao Forte na proxima manha.




Forte



O passeio ao Forte tem que ser feito bem cedo, senao a maré sobe e voce fica preso lá rs
Acordamos cedo, tomamos um café delicioso na pousada e fomos. São 4km pra ir. Eu confesso que como desacostumei a fazer caminhadas, sofri um bocado, mas valeu a pena. Andar naquela areia branquinha, vendo a paisagem paradisíaca valeu o esforco. E eu amei conhecer aquele forte, fiquei imaginando os soldadinhos lá hahah Eu sei, eu viajo alem da imaginacao.

Lá dentro, tem uma prisao, uma casa onde eram guardadas as municoes, varios canhoes, e tem um caminho de meio Km que dá no alto de um morro (só um pequeno trecho é asfaltado, forca nas pernas meu povo), com mais canhoes, uma bela vista da ilha e muitos animais. Eu vi macaquinhos e pica pau. Lembre-se de levar garrafinhas de agua para se hidratar. La tb tem um chuveiro, é só pedir para o cara que cuida da casa ligar, e dá pra se refrescar um pouco antes do retorno.

Tivemos que voltar rapido, para desocupar o quarto, mas as perna nao ajudavam muito, tudo doia.
A dona da pousada nos deixou bem a vontade em questao ao horario, o que achei muito bacana da parte dela.

Prontas para partir, paramos no Trapiche para almocar, e a escolha da vez foi a Toca do Abutre.
2 pratos completo com camarao e mais um (que nao lembro o que foi pedido) mais as bebidas ficaram em torno de R$76,00
A comida fresquinha, o ambiente bem gostoso e muito bonito.


O nosso passeio foi curto, pois tinhamos que voltar por conta dos meus sobrinhos, mas já combinamos de voltar pra ilha ASAP (As soon as possible - o mais rapido que pudermos).

Passei mais alguns dias em Curitiba com minha familia, e amei muito nosso momento

domingo, 4 de outubro de 2015

Cachoeira dos Pretos - Joanópolis

Oi :)

Estava com saudades de escrever. Sempre me fez muito bem viajar e escrever.

Decidimos ir fazer um pequeno passeio em família e acabamos por ir para uma cidadezinha linda de bela, chamada Joanópolis. Se voce é do tipo que ama casinhas antigas, vai amar conhecer essa cidade. Como saímos tarde de casa (culpa da minha amada e enrolada tia), preferi ir direto ao ponto e sem paradas, por isso nao tenho fotos da cidade. A rota de hoje é conhecida como Cachoeira dos Pretos, nascente do Rio Piracicaba. Se voce quer saber um pouco da historia do local, clique aqui

O caminho para a cachoeira é longo. Teve um ponto do caminho que meu carro nao conseguiu subir o morro. Desacreditei que um carro 1.6 ficaria preso num morrinho por conta de umas pedras.Ainda bem que tinha espaco pra manobrar, voltar e achar a rota correta!  Algo que aprendi nas duas viagens que fiz ao interior de minas é que sempre é muito bom ter alguem que conhece as rotas (e nao confiar na sua prima que tem um gps mais louco que o teu) e alguem que pilote melhor que voce haha. Eu sou pessima dirigindo de ré, dei gracas a Deus que deu pra manobrar! Muitos pontos das rotas nao tem como manobrar e só passa um carro por vez, entao se voce é piloto de fuga, melhor ter muita cautela.
A estrada correta para a cachoeira é toda asfaltada, mas se voce quer se aventurar e conhecer rotas lindas, lembre-se do meu conselho rs.

Pelo o que entendi, se voce for de final de semana, é cobrada uma taxa. Fui em uma quarta feira, entao entrada e estacionamento gratis. Almocamos no Ponto Verde. Amei o atendimento. A comidinha é muito gostosa e a porcao bem generosa. Pedimos duas porcoes e todos ficamos satisfeitos (estavamos em 5 adultos e 1 crianca), o preco é bem em conta.O local oferece wi-fi tambem.

Eu estou fora de forma, entao nao me arrisquei a subir a trilha pra ver a paisagem, mas estou trabalhando nisso, e nas proximas vou até o final da trilha e trarei as melhores fotos para voces.
De semana alguns servicos nao sao oferecidos, mas aos finais de semana tem um jipe que te leva ate o inicio da trilha e voce pode se banhar numa parte mais calma da cachoeira e tambem tem tirolesa.

Bem, um beijo e seguem as fotos dessa Aventura ;)












sexta-feira, 6 de março de 2015

Passado e futuro

 ♫ There's nothing you can't do
Now you're in New York!
These streets will make you feel brand new
Big lights will inspire you
Hear it for New York!
(New York - Alicia Keys)

Há alguns anos quando eu trabalhava como hostess em um Lounge, ganhei de uma cliente uma sacolinha com moedas de vários países (em 2012), mas não sei por qual motivo, nunca quis abri-la. Tambem ganhei algumas notas de estrangeiros, de seus países de origem como forma de agradecimento e guardei todas elas com muito carinho. Não sei explicar, mas sempre gostei desses gestos. Algumas notas valem menos de 50 centavos de real, mas as guardo como uma lembrança de uma fase diferente. 

Eu gostava de atender os estrangeiros, lembro de alguns que foram muito divertidos. Americanos, Africanos, Venezuelanos, os que serão inesquecíveis serão os Japoneses, sao de uma educação extrema mas oh povo mao de vaca, nunca ganhei nada deles hahaha. Enfim, o foco do post nao era esse, mas lembrei e quis comentar :)

 Lembro da menina que me presenteou (com a sacolinha) até hoje, se chama Elaine, balzaquiana, muito culta, arranhava alguns idiomas e outros tinha o domínio perfeito. Sempre com uma conversa bacana e um super sorriso no rosto. As vezes que realmente pudemos conversar, falávamos de viagens, de como era morar fora do Brasil, de outras culturas.  Elaine dizia que eu estava perdendo tempo, que deveria viajar, morar fora novamente, ir atras dos meus sonhos. 

Hoje cheguei em casa pensando na bendita sacolinha e decidi finalmente explorar as diferentes "nacionalidades" presas por tanto tempo ali.

Presente da Elaine e meu cofrinho de quando retornei dos EUA
Encontrei moedas de  "9" lugares:

Argentina
Inglaterra
Venezuela
Canada
Chile
Espanha
Peru
Bolivia
e Euros
(Ok, achei que a Inglaterra usava euros, mas encontrei varias moedas com a cara da Rainha Elizabeth.. fiquei na duvida sim haha)

Ano passado meu gerente foi passar as ferias na China e me deu algumas moedinhas de recordação também. 

O meu ponto principal é que essas pessoas não sabem e possivelmente nunca irão saber é que esse gesto despertou em mim a curiosidade de ir conhecer o mundo. Me prendo muito por que meu lado familia fala alto, mas meu lado "viver a vida" tem gritado constantemente. E acho que a vida foi feita pra ser vivida da melhor forma possivel. Claro, temos que pensar no futuro, familia, guardar um dinheiro para a velhice etc etc e tal.
Mas, e se eu ficar doente ou se eu ja estiver doente e tenha uma semana de vida. Terei eu vivido meus sonhos e poderei morrer satisfeita?

Há muitos anos tenho pensado em retornar aos EUA e irei ainda esse ano. Se Deus permitir e abençoar, logo estarei lá. E de lá quero muito conhecer todos esses lugares que citei acima.
Não tenho dinheiro, nao tenho herança, mas tenho a vontade de conquistar, de chegar lá. A Recompensa? Muitos memorias boas, fotos que nunca irao se perder pois estao e ficarão na minha mente, o prazer de aprender sobre o desconhecido, o fri na barriga que a aventura proporciona. É maravilhoso conhecer sobre outras culturas, costumes, poder viver algo diferente daquele cotidiano que estamos tao cansados de viver!

Vamos começar a por em pratica!




Ps.: Amo essa musica 

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Bloco Casa Comigo

♫ Desde que vi seu umbigo, amor
Casa comigo, amor, casa comigo
Nunca quis ser seu amigo, amor
Casa Comigo, amor, casa comigo
Chamei o padre, também a freira
Se der problema acabou na quarta-feira
Eu tenho o dote, você o anel
E é nesse carnaval a nossa lua de mel ♪

https://soundcloud.com/blococasacomigo/hino-do-bloco-casa-comigo
Esse ano é o ano que estou fazendo tudo o que nunca fiz (ou quase tudo rs)

Fui pela primeira bez num carnaval de rua na Vila Madalena e Gostei bastante.
Achei que sairia briga e etc mas nao saiu uma briguinha, pelo menos nao presenciei nada do tipo, foi bem alegre.

Sabado que vem tem mais e eu vou preparada: Shorts, camiseta, tenis e rabo de cavalo!
















São Judas X FMU

Olá! Bem, eu ando conversando com algumas pessoas sobre a Universidade São Judas. Sou super fã de lá (pelo menos, até esse momento) e só t...

(¯`·. Localizador .·´¯)